Together We Protect – Zoomarine

Dois anos e mais de 14’000 km depois

Foi exactamente há 2 anos, a 30 de Setembro de 2009, que a Cat, a Tartaruga e a Calantha iniciavam uma odisseia que principiou com a sua devolução ao meio natural, após muitos anos sob cuidados humanos.

Tratava-se de uma devolução diferente, mais sensível. Era importante assegurar o bem-estar destas duas tartarugas-verdes (Chelonia mydas) e de uma tartarugacomum (Caretta caretta). Era essencial procurar saber se iriam retomar as rota migratórias das suas espécies, regressar às praias de onde tinham nascido.

Por isso levaram consigo, acoplados às suas carapaças, emissores de sinais de satélite que permitiram à equipa do Zoomarine, e a todos os Portugueses que assim o desejaram, seguir os seus movimentos durante estes dois anos e mais de 14’000 quilómetros de travessia marítima.

Desde a sua fundação que o Zoomarine se entrega a uma participação activa no campo da conservação da vida dos oceanos, das suas espécies e dos seus habitats:

Celebramos hoje o final de um projecto (Operação Regresso Adiado) de grande importância para o aumento do conhecimento sobre estes fantásticos répteis marinhos, no qual o Zoomarine foi pioneiro em Portugal Continental e do qual estamos muito orgulhosos. Celebramo-lo convosco e com os nossos parceiros com os quais tivemos a honra de poder partilhar este projecto: o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o Aquário Vasco da Gama, o Museu Municipal do Funchal e a Seaturtle.org.

Celebramos este momento, hoje, prestando sobretudo homenagem à Cat, à Tartaruga e à Calantha, pela sua resiliência, força de viver e contribuição para a formação ambiental de tantos que seguiram a sua viagem, e para a conservação das suas espécies através do conhecimento que geraram.Mas o Porto d’Abrigo do Zoomarine não parou por aqui a sua actividade, nem a necessidade de apoio a estes e outros seres marinhos e aquáticos deixou de ser necessária. O Zoomarine, através das suas equipas, continuará, como sempre, a colocar os seus recursos e a sua dedicação aos seres que venham a necessitar de cuidados, antes do seu justo regresso ao meio natural.

Porque é necessário, porque eles merecem, e porque continuamos aqui.

Élio Vicente (biólogo marinho),Director de Ciência e Educação do Zoomarine


Consulta toda a informação sobre o Porto d’Abrigo do Zoomarine e a Operação Regresso Adiado em:

Reportagens televisivas

OPERAÇÃO REGRESSO ADIADO Desde a sua fundação que o Zoomarine se entrega a uma participação activa no campo da conservação da vida dos oceanos, das suas espécies e dos seus habitats. --- Since its foundation Zoomarine engages in active participation in the field of conservation of ocean life, its species and their habitats. http://www.zoomarine.pt/pt/conservacao http://www.zoomarine.pt/turtles/PT/operacao_regresso.html

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments