Together We Protect – Zoomarine

Ciência

A partilha de conhecimento acelera em muito o desenvolvimento conjunto. Tendo presente esta realidade o Zoomarine assumiu, desde cedo, o compromisso de, para além de um investimento contínuo em ciência e inovação, promover a partilha de conhecimento.

A nossa filosofia visa contribuir para uma protecção mais eficaz das espécies presentes no meio natural, assim como o contínuo incremento do bem-estar dos espécimes sob cuidados humanos.

Em permanente evolução

No campo do conhecimento há sempre espaço de crescimento. A filosofia do Zoomarine sempre se pautou pelo contínuo investimento na inovação, nas mais diversas áreas de intervenção do parque.

Quer seja no maneio e bem-estar animal, na reabilitação de espécimes arrojados, ou na educação, para dar alguns exemplos, as equipas do Zoomarine dedicam-se à procura de diferentes e melhores formas de abordar os desafios com que se deparam.

Dada a diversidade zoológica presente no Zoomarine, a sua actividade de reabilitação de espécies marinhas e um forte investimento no treino de mamíferos marinhos e aves, o Zoomarine constitui um espaço privilegiado para o desenvolvimento de estudos científicos.

Tendo consciência dessa realidade, o Zoomarine tem por política a colaboração com investigadores externos, nacionais e estrangeiros, no sentido de contribuir para a ciência e inerente conhecimento das espécies com que trabalha; ou desenvolvendo projectos idealizados e conduzidos por investigadores do próprio parque.

Treino

A filosofia do Zoomarine de maneio de maior parte dos espécimes a seu cuidado, nomeadamente mamíferos marinhos e aves, baseia-se no treino, assente no método do reforço positivo. 
 
Este treino é particularmente importante dada a nossa abordagem de utilização de um plano de medicina preventiva; ou seja, todos os nossos espécimes são sujeitos a exames médicos regulares, tal como acontece com cada um de nós. 
O treino de comportamentos de bem-estar voluntários permite que esses mesmos exames sejam efectuados em momentos livres de stress para os espécimes, ou para as equipas veterinárias e de treinadores, permitindo assim uma avaliação mais fidedigna do estado de saúde dos indivíduos. 
 
Adicionalmente, esta abordagem permite que a participação dos nossos espécimes em projectos de ciência seja um momento positivo para os mesmos, em que estes são livres de optar participar ou não nas sessões.

Bem-estar animal

O Zoomarine, através do seu Departamento de Medicina Veterinária e do Centro de Reabilitação de Espécies Marinhas, investe continuamente na procura de novas e mais eficientes formas de lidar com os desafios de bem-estar que surjam nos nossos espécimes, bem como naqueles que reabilitamos.
 
Esse investimento permite-nos ser cada vez mais eficientes, quer na resolução de situações que possam envolver o bem-estar dos espécimes, quer na prevenção dessas mesmas situações.

partilha de conhecimento

O Zoomarine considera essencial a partilha do conhecimento adquirido. Desta forma, através de comunicações em encontros da especialidade ou do apoio directo a quem nos contacta, o Zoomarine partilha com toda a comunidade de espaços zoológicos os seus casos de sucesso (e.g. nos campos da medicina veterinária, treino, reabilitação, educação), mas também os de insucesso, para que todos possamos evoluir em conjunto.

Desta forma, consideramos, beneficiam com isso tanto os espécimes a cuidado da comunidade, como os que habitam no meio natural.

base de dados biológica

Sempre que possível, o Zoomarine promove a recolha de informação biológica (e.g. amostras de sangue), quer dos nossos espécimes quer dos espécimes arrojados, no sentido de constituir uma base de dados que possa ser utilizada no âmbito de estudos sobre as espécies a que pertencem.

Essa base de dados é disponibilizada com regularidade a investigadores externos, que passam assim a contar com uma importante e única fonte de informação.

Encontros Científicos

Com a consciência de que constituem um local e altura privilegiados para a partilha de conhecimento, o Zoomarine tem promovido a organização de encontros técnico-científicos, nas diferentes áreas de investigação onde intervém.

  • IMATA 2018 – Conferência Anual da Associação Internacional de Treinadores de Animais Marinhos – (Zoomarine, Outubro de 2018);
  • Congresso Anual de Educadores da AMMPA (Aliance of Marine Mammal Parks & Aquariums) 2017 – (Zoomarine, Outubro de 2017);
  • RIOS – Reducing the Impact of Oil spills – (Zoomarine, Abril de 2008);
  • Reunião anual do Grupo de Educadores e do Grupo de Veterinários da AIZA – Associação Ibérica de Zoos e Aquários (Zoomarine, Fevereiro de 2008);
  • European Workshop on Best Practices for Oiled Wildlife Cleaning and Rehabilitation – (Zoomarine, Outubro de 2006);
  • Workshop on Production in Seaweeds Purifying Effluents from Marine Animal Farms (Universidade do Algarve e Zoomarine, Novembro de 2003);
  • 33rd Annual Conference of The IAAAM (Montechoro, Maio de 2002);
  • 1ª Reunião de Trabalhos da AIZA – Associação Ibérica de Zoos e Aquários (Zoomarine, Junho de 2001);
  • 1st Symposium on Pathology and Rehabilitation of Marine Mammals (Zoomarine, Março de 2001);
  • 1st Educational Workshop (Zoomarine, Março de 2000);
  • 27th Annual Symposium of IMATA (Montechoro, Outubro de 1998);
  • 4th Biological Sonar Conference (Carvoeiro, Maio de 1998);
  • 5th Marine Mammal Medical Workshop (Zoomarine e Montechoro, Março de 1996);
  • 24th Symposium of the EAAM – European Association for Aquatic Mammals (Montechoro, Março de 1996).

Distinções

Como reconhecimento da sua aposta em Ciência e Inovação, pelo seu pioneirismo, assim como pela sua filosofia de partilha do conhecimento adquirido, o Zoomarine, ao longo da sua actividade, recebeu diversas distinções por parte das associações a que pertence.

〉Prémio EAAM “Best Training Presentation”, Algarve – EAAM (European Association for Aquatic Mammals), Portugal

〉Prémio Carreira Belmiro Santos (16ª edição dos Publituris Portugal Travel Awards) – atribuído ao Sr. Pedro Lavia, Fundador e Presidente do Zoomarine

〉People’s choice Award, Algarve – IMATA (International Marine Animal Trainers Association), Portugal
〉Prémio IAATE “Special Award for Outstanding Achievement and Valeud Service-2017”, Califórnia, USA
〉Prémio IAATE “High Flyer Award” (melhor apressentação da conferência), Califórnia, USA

〉Certificação do Zoomarine pelo programa de Conservação American Humane com o selo de qualidade Humane Certified

〉”Outernet technologies International” – 2º lugar, “Whistle stability variation in captive bottlenose dolphins (tursiops truncatus) recorded in isolation and social contexts” – IMATA (International Marine Animal Trainers Association), Bahamas
〉Membro Honorário EAAM (European Association for Aquatic Mammals) – atribuído ao Sr. Pedro Lavia, Fundador e Presidente do Zoomarine

〉Prémio Sonny Allen Lifetime Achievement Award – atribuído ao sr. Pedro Lavia, Fundador e Presidente do Zoomarine
〉Prémio IAATE (International Association of Avian Trainers and Educators) na categoria de Show Behaviour of the Year, processo relativo à nova apresentação de Aves Tropicais “Flying Colours”

〉Prémio IAATE (International Association of Avian Trainers and Educators) na categoria de Enrichment Behaviour of the Year, processo relativo ao desenvolvimento de estratégias de enriquecimento ambiental de duas espécies de aves: caracara Phalcoboenus australis e gralha-de-peito-branco Corvus albus

〉1º Lugar IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria First Time Presenter – “Geriatric training of marine mammals”
〉Prémio IAATE (International Association of Avian Trainers and Educators) na categoria de Husbandry Behaviour of the Year, processo relativo ao elevado nível de cuidado zoológico e maneio de aves – trabalho apresentado: “Station Training for Voluntary Feet Inspection”

〉Prémio AIZA (Associação Ibérica de Zoos e Aquários) na categoria de melhor apresentação do Encontro Anual de Curadores – “De Predadores a presas – a evolução da apresentação de aves de rapina no Zoomarine”

〉1º lugar EAAM (European Association for Aquatic Mammals) na categoria de Best Poster – “The ‘cotton cocoon’ technique: how to dislodge a fishing hook from a pinniped’s gastric cavity” (A técnica do casulo de algodão: como desalojar um anzol de pesca da cavidade gástrica de um pinípede)

〉2º Lugar IMATA (International Marine Animal Trainers Association)na categoria de Pesquisa Avançada
〉1º Lugar IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria de Outernet Technologies Awards e 2º Lugar na categoria de Advanced Research – “Grey seal (Halichoerus grypus) Laparoscopy” (Laparoscopia em uma foca-cinzenta, Halichoerus grypus)
〉2º Lugar IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria de Husbandry – “Training a female Bottlenose dolphin, Tursiops truncatus, for a voluntary mouth biopsy) (Biopsia realizada na mucosa oral da mandíbula de uma fêmea de golfinho-roaz, Tursiops truncatus, sob comportamento voluntário)
〉Prémio Manuel d’Arriaga, pelo contributo à causa zoófila, entregue pela Sociedade Protetora dos Animais

〉2º Lugar IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria de Husbandry – “Voluntary training for a genital biopsy in a female dolphin” (Biópsia genital efectuada numa fêmea de golfinho, por comportamento voluntário)

〉Prémio IMATA People’s Choice Award – IMATA, Portugal
〉Prémio IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria de Husbandry Techniques/Research Development – “Teflon implantation procedure by cytoscopy in a dolphin bladder under medical training” (Procedimento de Implantação de teflon, por cistoscopia, na bexiga de um golfinho, por comportamento voluntário)

〉Prémio IMATA (International Marine Animal Trainers Association) na categoria de Best trained behaviour – “Voluntary trained cystoscopy” (Cistoscopia voluntária em golfinhos)