Todos juntos fazemos a diferença!

 

Numa tentativa de reduzir o lixo marinho e das suas consequências, os hipermercados e supermercados da Europa passaram a cobrar um valor pelos sacos de plástico.

 

Assim, os sacos que antigamente utilizávamos em excesso e que tinham um curto tempo de utilização, começaram a ser de mais difícil acesso.

 

Em Portugal esta medida entrou em vigor a 15 de Fevereiro de 2015 e um estudo feito demonstrou que houve uma redução média de 98% na utilização individual destes sacos de plástico leve (que passou em média de 466 para 9 sacos utilizados por pessoa num ano).

 

As cadeias de supermercados passaram também a apostar noutras alternativas, tal como sacos reutilizáveis mais caros, mas mais duradouros.